Dicas

Doenças de inverno nos pets: como prevenir?

As baixas temperaturas também podem afetar a saúde dos pets. Você sabia disso? É por isso que os tutores devem adotar alguns cuidados extras durante o inverno para evitar que os animaizinhos sejam acometidos por doenças comuns nesta época do ano, como tosse, gripe e resfriado. 

Os cães e gatos, assim como os humanos, sentem as mudanças no clima e precisam mudar um pouco a rotina para se proteger, dentro e fora de casa. Isso porque, apesar da pelagem e da sensação de que os pets estão suficientemente aquecidos por ela, nem sempre é assim. Muitos animais são mais sensíveis e os pelos não são o bastante para mantê-los quentinhos.

Se o animal for filhote ou idoso, a atenção deve ser redobrada. Os pets idosos são os que mais sofrem no inverno: devido a idade, eles perdem a musculatura e camada de gordura, ficando mais suscetíveis ao frio. Já os filhotinhos, muitas vezes, ainda não tomaram as vacinas necessárias, por isso precisam do auxílio dos tutores para ficarem aquecidos e protegidos. 

Conheça as principais doenças que acometem os pets no inverno e saiba o que fazer para proteger o seu animalzinho, indiferente da raça ou idade dele! 

Doenças frequentes nos pets nessa época do ano

Tosse, resfriado e gripe são as doenças mais comuns entre os pets durante o inverno. Se não tratadas a tempo, podem evoluir para algo mais grave. É por isso que o tutor deve ficar atento e monitorar os sintomas. 

Além das já citadas, outras doenças podem surgir ou piorar devido às baixas temperaturas, por exemplo: asma, hérnia de disco, Rinotraqueíte Viral Felina, Cinomose e dores articulares.  

Algumas delas se manifestam através de sintomas como tosse, febre e/ou espirros. Já outras podem levar a quadros em que o animal apresenta perda do apetite, dificuldade de se movimentar, apatia e inflamações. 

Como prevenir as doenças no inverno?

Manter as vacinas em dia e consultar regularmente o médico veterinário são duas das principais maneiras de prevenir doenças ou diagnosticar precocemente no inverno e em qualquer outra estação do ano. Mas na temporada de frio, são necessários alguns outros cuidados como: 

– Manter os animais aquecidos, deixando a disposição deles mantas e cobertinhas;

– A cama ou casinha deve estar em local abrigado do vento/chuva;

– Sempre ofereça água fresca para manter o animal hidratado;

– Ofereça uma alimentação balanceada e com os nutrientes necessários;

– Evite circular na rua nos horários mais frios, mas siga estimulando a prática de atividades físicas; 

– Vista o pet com roupas confortáveis para mantê-lo aquecido. Caso o animal não se sinta bem, melhor não utilizar; 

– Cuidado com a frequência dos banhos. Especialistas indicam intercalar banhos molhados com banhos secos, pois o excesso de banhos retira a proteção natural dos pets contra o clima;

– Alguns animais mais sensíveis, como os idosos, podem precisar de suplementação para melhorar a imunidade. Fale com o veterinário sobre isso;

– Atente para a hidratação da pelagem e pele do animal: utilize produtos como o Creme hidratante em barra, da Ser Natural, para evitar ressecamentos e fissuras em regiões como do focinho e patas (coxins). 

Os dias frios exigem cuidados redobrados para garantir o bem-estar e a saúde dos patudos. Mas agora que você conhece um pouco mais sobre os principais cuidados e o que pode fazer para ajudar seu pet fica mais fácil, não é mesmo? 

Fique de olho no comportamento deles e caso observe algum sintoma diferente, procure o médico veterinário imediatamente!